CNES: entenda mais sobre ele e como se cadastrar

CNES

Se você pretende abrir uma clínica médica ou gerencia uma, precisa conhecer o que significa a sigla CNES.

O Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), foi criado no intuito de unificar todos os dados de uma unidade de saúde em nosso país.

Desta forma, se torna imprescindível, realizar a sua inscrição tanta unidade como de seus funcionários de saúde. E se você possui dúvidas sobre este tema. Continue fazendo sua leitura.

O que é CNES?

O CNES reúne todas as informações de uma unidade de saúde como, por exemplo, seus profissionais, equipes, infraestrutura, leitos, ambulatório dentre outras.

Através destes dados, é possível realizar o gerenciamento dos serviços de saúde de seu município, tendo como base, por exemplo, a avaliação de seus serviços prestados à população.

Como surgiu?

O CNES foi aprovado pela portaria MS/SAS nº 376 em outubro de 2000, contudo só foi entrar em vigor em dezembro do mesmo ano.

Desta forma, após a reunião de sugestões dadas pela sociedade, profissionais da área da saúde e a Comissão Intergestora Tripartite, foi normatizado os requisitos básicos para a realização do processo de cadastramento de todos os hospitais, clinicas e consultórios de todo o país. 

Mediante as apurações do órgão governamental que levantou várias inconsistências nos repasses do Ministério da Saúde e informações do banco de dados como, por exemplo, o Sistema de Internações Hospitalares (SIH) e o Sistema de Informações Ambulatoriais (SIA).

Sendo assim, o CNES veio para fornecer todos os dados de forma detalhada, integralizando todos os dados junto à União e demais estados e municípios.

Quais são os principais objetivos?

O principal objetivo do CNES é a elaboração da base de informações para o aprimoramento da gestão dos Sistemas de Informação em Saúde, principalmente para o Sistema Único de Saúde, o SUS.

Além disso, ele contribui para:

  • Automatização do processo de coleta de dados, realizadas nos estados e municípios;
  • Planejamento de ações em saúde pelo país;
  • Entendimento sobre a capacidade e infraestrutura dos estabelecimentos de saúde;
  • Realização do controle do custeio de ações;
  • Integração dos sistemas do SUS; 
  • Ganho de visibilidade para o potencial assistencial em todo o país.

Quais são os dados disponibilizados do banco de dados do CNES?

O CNES fornece os dados completos como por exemplo nome, endereço, localidade e até mesmo o tipo de instalação física e equipamentos.

Além disso, também é possível apurar dados sobre o gestor responsável pelos estabelecimentos de saúde.

Sendo assim, ao iniciar o processo de cadastro, será preciso assinalar o tipo de atendimento fornecido pela unidade, bem como o ambulatório, internação, realizações de exames e serviços especializados.

Também será preciso inserir os dados dos profissionais contratados pelo estabelecimento, através do registro na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

Além disso, todas essas informações podem ser consultadas, pelo departamento de informática do Sistema Único de Saúde, através do portal Datasus.

Por que cadastrar a sua clínica no CNES?

Realizar o cadastro de sua unidade de saúde no CNES irá agregar mais confiança em sua empresa, uma vez que ela passará a aparecer nas pesquisas realizadas pelos cidadãos e órgão competentes.

Oferecendo como principais benefícios, tanto para clinicas como consultórios que possuem o registro de CNES, a integração de serviços atualizados por meio de convenio com o SUS e operadoras do plano de saúde.

O cadastro é obrigatório?

Como falamos anteriormente, a realização do cadastro CNES, auxilia no processo de identificação e acompanhamento de todas as informações do sistema de saúde de nosso país.

Desta forma, é uma exigência para as clinicas e consultórios que operam com planos de saúde ou SUS.

Aliás, os estabelecimentos que não possuem o cadastro, acabam operando de forma irregular, não realizado os repasse para o SUS de forma correta ou para os planos de saúde.

Sendo assim, se torna fundamental, a atualização de seus dados de forma freqüente tanto para os casos de mudanças nos registros como também na infraestrutura, quando de funcionários, recursos humanos e etc.

Como fazer o cadastro?

Para realizar o cadastro do CNES, é preciso que o estabelecimento de saúde já esteja regularizado e em dia com todas as exigências dos órgãos de fiscalização, como por exemplo a Vigilância Sanitária e prefeitura do município.

Além dos documentos de licenças que permitem o funcionamento e da liberação do Departamento de Urbanismo, também será preciso entregar duas vias do CNES.

Além disso, é importante lembrar que cada uma possui 15 fichas que devem ser preenchidas com bastante atenção.

Desta forma, serão requeridas as seguintes informações:

  • Localização da unidade de saúde;
  • CNPJ;
  • Razão social;
  • Natureza da organização;
  • Tipo de atendimentos prestados;
  • Situação contratual;
  • Equipe de funcionários;
  • Serviços especializados;
  • Equipamentos disponíveis;
  • Dentre outros.

Durante este artigo, você leitor, pode compreender todos os detalhes, aplicações e obrigação do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

Atualmente, muitos contadores têm investido em uma contabilidade especializada para médicos, o que pode ser bastante benéfico para os profissionais da saúde.

Ou seja, contar com um serviço especializado faz toda a diferença!

O e-contador legal, oferece o serviço de cadastro no CNES, mantendo seus dados sempre atualizados, solicite um orçamento.

Deixe aqui o seu comentário, duvidas e sugestões. Aproveite também para ler nossos outros artigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *