Prevenção de passivos trabalhistas e tributários

passivos-trabalhistas-e-tributarios

O compreendimento do que são passivos trabalhistas e tributários é de extrema importância para um empreendedor.

Afinal de contas, estamos falando de um assunto que pode impactar diretamente no bolso de um empregador.

Sendo assim, os passivos trabalhistas e tributários se apresenta como a soma de todas as dívidas que acabam sendo geradas no dia a dia de uma empresa.

Ou seja, eles acontecem quando uma pessoa física ou jurídica acaba deixando de honrar com algumas das suas obrigações trabalhistas. Uma outra ocasião é resultado do não recolhimento dos seus encargos sociais.

Contudo, é necessário compreender que os valores cobrados não surgem da noite para o dia. Afinal, existe todo um processo que passa tanto por uma reclamação trabalhista quanto  fiscalização realizada pelo Ministério do Trabalho também.

Portanto, vamos entender melhor agora como fazer a prevenção de passivos trabalhistas e tributários? Acompanhe conosco e tire as suas dúvidas!

Leia também sobre o assunto Estruturação de Negócio: Saiba como escolher o tipo de empresa que vai abrir.

4 dicas para a prevenção de passivos trabalhistas e tributários

A prevenção de passivos trabalhistas e tributários é de fundamental importância, uma vez que pode gerar uma economia no caixa da empresa.

E, precisamos concordar, qual empreendedor não deseja reduzir os seus custos? Para isso, deve-se adotar algumas práticas a fim de proporcionar tal prevenção.

Sendo assim, aquelas empresas que não possuem foco em gestão de pessoas, pode acabar lidando com os passivos trabalhistas e tributários.

Ou seja, a falta de boas práticas dentro de um empreendimento pode resultar em prejuízos financeiros para uma empresa. O que demanda uma gestão cada vez mais assertiva.

Portanto, separamos algumas dicas valiosas para que um gestor pode focar na prevenção de passivos trabalhistas e tributários. Continue acompanhando e entenda!

Aproveite para ler o nosso artigo sobre Qual o papel da contabilidade para empresas em recuperação judicial ou falências.

1. Tenha conhecimento sobre a legislação

A fim de atuar de maneira preventiva em relação aos passivos trabalhistas e tributários, todo empreendedor deve entender mais sobre a legislação.

Sendo assim, tanto as leis quanto os tributos devem ser de conhecimento de todo empreendedor. É o que pode fazer com que ele não precise lidar com futuros problemas na sua empresa.

Neste aspecto, todos os setores de um empreendimento precisam se manter alinhados, a fim de respeitar todas as normas trabalhistas. Fato que garante a integridade dos seus funcionários.

Outra estratégia para proporcionar a prevenção de passivos trabalhistas e tributários é investir no relacionamento com sindicatos. No entanto, deve-se focar naqueles que se buscam atuar na categoria referente aos funcionários do seu empreendimento.

Portanto, o foco se encontra em acompanhar todos os acordos trabalhistas e repassar as informações para o seu quadro de funcionários. 

2. Invista na comunicação interna

O segundo passo da nossa lista de boas práticas é o investimento na comunicação interna de uma empresa.

É mais do que comum encontrar reclamações relacionadas à fofoca e a falta de uma comunicação transparente entre empregador e funcionário.

Sendo assim, quando isso acontece, problemas como a interpretação incorreta de alguns deveres podem acabar acontecendo.

Contudo, qual a solução? O foco é fazer com que todos saibam quais são as normas e as políticas vigentes em um empreendimento.

Para otimizar a comunicação interna dentro da empresa, proporcione um ambiente onde todos possam opinar, fazer considerações e sugestões.

Confira também o nosso artigo sobre o tema Prestação de serviços: como empreender nesse segmento.

3. Implemente uma cultura organizacional

Uma outra alternativa para proporcionar a prevenção de passivos trabalhistas e tributários é a implementação de uma cultura organizacional.

Inclusive, estamos falando de uma prática que pode fazer com que os funcionários possam crescer junto com um empreendimento.

Sendo assim, uma cultura organizacional passa pelo conjunto de comportamentos, crenças e valores tanto éticos quanto morais de um negócio. O que inclui também as suas políticas internas.

Além disso, uma empresa sem uma cultura organizacional pode acabar colhendo algumas consequências negativas. A principal delas é a falta de produtividade e problemas de relacionamento.

4. Faça auditorias internas

Uma empresa pode, a fim de atuar na prevenção de passivos trabalhistas e tributários, contratar uma consultoria para a realização de auditorias.

Deste modo, por meio deste serviço, uma empresa pode analisar se os seus serviços estão sendo feitos de forma assertiva. Veja quais processos serão auditados:

  • O controle de ponto;
  • A situação dos seus contratos;
  • Processos como a folha de pagamentos;
  • Geração de arquivos;
  • Dentre outros.

Uma outra ação de uma auditoria é a verificação se uma empresa está em dia com a legislação trabalhista.

Portanto, foi possível entender tanto o que são e como fazer a prevenção de passivos trabalhistas e tributários. O que permite que você coloque nossas dicas em prática no dia a dia da sua empresa.

Caso tenha gostado do nosso conteúdo, aproveite para curtir as nossas redes sociais e acessar o nosso blog! Leia também sobre Abertura de empresas, alterações contratuais e baixa de empresas em Belo Horizonte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *