MEI: Como avaliar a saúde financeira do seu negócio

mei-saude-financeira

Ao se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI), o profissional poderá se beneficiar de certas facilidades para abrir empresa, assim como, com o pagamento de taxas e impostos.

Sabemos que empreender sozinho pode ser complicado, principalmente quando o assunto é manter o controle de suas finanças em dia e garantir o lucro de sua atividade empresarial mensalmente. 

Acompanhe o conteúdo e veja como o MEI pode cuidar da saúde financeira do seu negócio, se desenvolver e crescer cada vez mais. Vamos nessa?

Leia mais: Contabilidade para médicos: Como se tornar PJ e reduzir taxas.

O que é MEI?

MEI, ou Microempreendedor Individual, é um modelo de empresa que facilita algumas burocracias para quem deseja trabalhar por conta própria e se regularizar, desde que não seja uma profissão regulamentada por entidades de classe, por exemplo: médico, psicólogo, representante comercial e etc.

Ao se tornar MEI, o trabalhador recebe o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e fica automaticamente enquadrado no Simples Nacional, o regime tributário que admite o pagamento de todos os impostos em uma única guia.

Além disso, ser MEI dá direito a emitir nota fiscal, benefícios previdenciários, auxílio-maternidade, entre outras vantagens. Lembrando que seu faturamento máximo é de R$81 mil por ano.

Como o MEI pode avaliar a saúde financeira do seu negócio?

O MEI, assim como todas as modalidades de empresas no Brasil, não possui um caixa infinito. 

Logo é preciso cuidar de seus recursos limitados, de forma que suas atividades possam continuar, se desenvolver e quem sabe um dia ir para outro patamar. 

Confira algumas dicas essenciais que vão ajudar a controlar melhor o financeiro da sua empresa:

Aumento no volume dos negócios

Pode parecer óbvio que observar se existe um aumento no volume de negócios fechados pela empresa é um indicador de saúde do negócio, mas somente essa análise não é o suficiente.

O aumento no volume pode gerar um aumento nos lucros, mas também pode ampliar os gastos e até levar ao endividamento. Por isso, não basta saber que mais demandas estão chegando e logo constatar que a empresa anda bem financeiramente. 

Valores a receber

Ao fazer a avaliação da saúde financeira de seu negócio é preciso compreender que: uma coisa é vender o seu produto ou serviço, outra coisa é receber o valor. 

Logo, saber quando o dinheiro fará parte da receita do MEI se torna um fator fundamental. É a partir disso que o empreendedor consegue ver se os prazos estão sendo cumpridos, se a demora é aceitável ou não e se as contas podem ser pagas sem multas ou taxas.

Sem uma relação de equilíbrio entre pagamento à vista e a prazo, corre-se o risco de inadimplência ou situações ainda piores como a falência. Dessa forma, fique de olho e se prepare para momentos de urgência. 

Uma dica para não ficar refém da demora no pagamento é criar um capital de giro, ou seja, uma quantia suficiente para segurar as contas inteiras da sua empresa por no mínimo um  mês.

Empréstimo

Por diferentes motivos, um empresário pode acabar precisando de fazer um novo empréstimo, a fim de manter o negócio funcionando, porém todo cuidado é pouco nessa hora. 

Se não houver um planejamento para que o dinheiro gere mais resultados, o empréstimo pode se tornar mais um problema na vida do MEI.

Aqui, é importante ressaltar que existem condições e linhas de crédito especiais para os microempreendedores individuais que comprovarem que o empréstimo é exclusivo para a empresa.

Saiba mais sobre: Profissional da saúde pode ser MEI? Entenda.

Ajuda especializada ao MEI

Você é MEI e está pensando em como cuidar melhor da saúde do seu negócio? Então aproveite e conte com a ajuda de quem entende do assunto. Conheça o E-Contador Legal!

Somos uma empresa de contabilidade digital que presta assessoria por meio de uma equipe especializada na realização dos serviços contábeis oferecidos aos nossos clientes, voltada para a qualidade e eficácia no cumprimento de prazos, atendimento e sigilo.

A nossa parceria proporcionará condições de manter o foco na sua atividade principal, e ainda, com assessoria de contadores consultores sempre que necessário.

Entre em contato e descubra como os nossos serviços especializados podem ajudar o Microempreendedor Individual!

Aproveite também para seguir as nossas redes sociais e acessar o nosso blog para continuar acompanhando conteúdo de qualidade.

Gostou do artigo? Então não deixe de conferir: O que é BPO Financeiro e como funciona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *