Fluxo de caixa para clínicas médicas: como organizar

Para que uma clínica médica se desenvolva de forma lucrativa, antes, é preciso se fazer uma boa gestão financeira. Para isso, existem uma série de ferramentas e estratégias que permitem o empreendedor chegar nesse patamar. Talvez uma das mais importantes é a gestão do fluxo de caixa.

O controle do fluxo de caixa é a ferramenta estratégica que permite que  se realize outras ações dentro de um negócio, como fazer orçamentos mais precisos e investimentos mais seguros. Por essa razão, podemos dizer que esse é um dos pontos  fundamentais para o bom desempenho de um negócio.

Se você é um empresário do ramo da saúde, continue atento nesse artigo que preparamos sobre fluxo de caixa para clínicas médicas e algumas dicas de como organizar essa estratégia em sua empresa.

Tenha uma boa leitura!

Leia também: Recolhimento de INSS para médicos: como funciona?

O que é gestão do fluxo de caixa?

Antes de entender como fazer a gestão do fluxo de caixa para clínicas médicas, é preciso entender um pouco mais sobre essa estratégia como um todo. 

O fluxo de caixa de uma empresa ou clínica médica se refere a organização, e o gerenciamento das entradas e saídas de recursos financeiros do negócio. Esse é um processo muito importante que permite que o empresário tenha noção de como está o estado financeiro da empresa.

Isso porque se trata de um rigoroso processo de controle de todas as movimentações financeiras de um negócio. Ele é um processo muito vantajoso, pois:

  • Ajuda na identificação de riscos financeiros; 
  • Reúne todas as informações das finanças da sua clínica médica;
  • Mostra onde está os problemas financeiros da empresa;
  • Ajuda na implantação de objetivos e indicadores de desempenho.

Dessa maneira, é possível observar que o fluxo de caixa é um processo crucial para clínicas médicas e outras empresas. Mas afinal, como deve ser feita a organização do fluxo de caixa para clínicas médicas? Continue atento ao artigo para descobrir!

Como organizar fluxo de caixa para clínicas médicas?

Como já foi falado algumas vezes neste texto, o fluxo de caixa é algo que deve ter muita atenção. Dessa maneira, uma dúvida que pode ter surgido na sua cabeça é como organizar o fluxo de caixa para clínicas médicas.

De maneira geral, para fazer um fluxo de caixa de qualidade é preciso se fundamentar em três princípios básicos: o controle dos débitos da empresa; as contas a receber, e uma projeção de dados de imprevistos e dificuldades que podem aparecer. 

Dessa maneira, é preciso fazer uma boa gestão desses três aspectos para que a análise e o controle do fluxo de caixa da sua clínica médica seja feito da melhor forma possível. 

Separamos algumas outras dicas de organização de fluxo de caixa para que você entenda mais como essa técnica pode ajudar no dia-dia da sua clínica. Confira!

Defina periodicidade

A primeira coisa a se pensar para fazer a organização fluxo de caixa para clínicas médicas é definir a periodicidade da análise do fluxo de caixa.

Esse é um processo muito importante, pois a entrada e saída de dinheiro em uma clínica médica é constante. Dessa forma, você deve escolher a periodicidade que melhor se encaixa na rotina da sua empresa para que ele se mantenha sempre atualizado. 

Essa periodicidade pode ser:

  • Diária;
  • Semanal;
  • Quinzenal;
  • Mensal.

Identificação de receitas e despesas

Outro ponto importante é a identificação de receitas e despesas do seu negócio. É preciso saber tudo que entra e sai no período estipulado por você na etapa anterior. 

Dessa maneira, é possível não apenas se ter uma noção do panorama financeiro da sua empresa, mas também ajuda na hora de pagar todas as contas de impostos dentro do prazo. 

Separação das receitas e despesas em categorias

Para facilitar ainda mais a elaboração da gestão de fluxo de caixa da sua clínica médica, é possível separar essas receitas e despesas em categorias.

Isso ajuda na identificação de possíveis problemas de cada setor da sua empresa. Dessa maneira, será possível analisar e realocar os seus recursos de forma mais simples e fácil para cada departamento da sua empresa. 

Atualize o fluxo de caixa

Além disso, é preciso que se atualize sempre o fluxo de caixa dentro da periodicidade estipulada por você. Isso ajuda com o controle de datas e com o possível esquecimento de prazos de pagamentos e recebimentos. 

Utilize um sistema de gestão

Por fim, é interessante a utilização de um sistema para fazer o fluxo de caixa para clínicas médicas. Isso porque pode ser fácil se perder nos valores quando fazemos tudo no papel e caneta. 

Por isso, a utilização de um sistema voltado para a manutenção do fluxo de caixa pode ser de bastante utilidade para o seu cotidiano. Não precisa ser nada muito elaborado, uma planilha já facilita muito o trabalho. 

Com um sistema, mesmo que simples, já é possível fazer todos os cálculos necessários para analisar o fluxo de caixa automaticamente. Além de gerar relatórios e gráficos que facilitarão a visualização do financeiro da sua empresa.

No entanto, você não precisa realizar todos esses passos para implementar o fluxo de caixa para clínicas médicas sozinho. Com a ajuda de uma contabilidade tudo fica mais fácil.

Conte o suporte de uma contabilidade!

Como você pôde ver a organização do fluxo de caixa para clínicas médicas, pode ser o que separa uma empresa de alcançar o seu sucesso.

Por essa razão, contar com o auxílio de uma empresa como o E-Contador Legal ajuda o seu negócio a fazer a gestão do fluxo de caixa com muito mais qualidade e eficiência.

O E-Contador Legal é uma empresa especializada em oferecer serviços contábeis para clínicas e consultórios médicos de forma digital, tudo isso sem perder a qualidade, e a eficácia no cumprimento dos prazos. 

Contratando uma contabilidade para te ajudar com o fluxo de caixa para clínicas médicas, você poderá focar apenas na sua atividade. Tudo isso com a tranquilidade de ter ao seu dispor o auxílio de nossos contadores quando necessário. 

Entre em contato conosco para saber mais sobre nossas soluções!

Gostou do artigo? Acesse nosso blog para saber mais sobre contabilidade para clínicas médicas. Também não se esqueça de nos seguir em nossas redes sociais. 

Leia também: CRM Médico: Principais dúvidas sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *