Contabilidade para médicos: como se tornar PJ e reduzir taxas

contabilidade-para-medicos-pj

Os médicos são profissionais liberais, isso permite que eles possam atuar por conta própria, sem possuir vínculo empregatício e também não é necessário ter registros profissionais. No entanto, é preciso estar vinculado a um conselho profissional, no caso o Conselho Regional de Medicina (CRM).

Nesse sentido, os profissionais da área têm diversas opções de atuação no mercado, seja como pessoa física em contrato sob regime CLT, seja como PJ, como autônomo ou empresário. 

Para ambos os casos, constituir um CNPJ é uma das formas encontradas para reduzir os tributos a serem pagos. Nesse caso, será possível gerar uma grande economia nos tributos. 

Mas afinal, como e porque se tornar PJ reduz taxas? Continue neste artigo que iremos explicar sobre esse processo, e como uma contabilidade para médicos pode te ajudar com isso. 

Tenha uma boa leitura!

Qual forma de atuação é mais vantajosa para médicos?

Um profissional da medicina pode trabalhar de diversas maneiras, como já foi falado. Ele pode trabalhar de forma a ter todos os direitos trabalhistas sendo CLT, mas pode estar limitado em relação a alguns pontos, como horário e exclusividade do serviço. 

Por isso, muitos médicos veem na prestação de serviços como pessoa jurídica, uma forma de ter mais autonomia sobre seu tempo. Desse modo, ambas são boas opções para médicos.

No entanto, ambas se diferenciam pelos valores dos impostos. Médicos autônomos têm os seus impostos descontados por quem os contratou, para isso, será necessário emitir o Recibo de Pagamento de Autônomos, para que o recolhimento seja feito da forma devida. 

Para médicos que atuam como uma empresa PJ o recolhimento deverá ser realizado pelo profissional. No entanto, as alíquotas serão definidas pelo regime tributário que sua empresa escolher. 

No entanto, a escolha do regime tributário é apenas uma das variáveis de se tornar um PJ. Continue nesse artigo para saber detalhadamente para saber como. 

Continue a leitura: Recolhimento de INSS para médicos: como funciona? 

Como se tornar médico PJ?

Como já foi falado, constituir um CNPJ é uma das melhores formas de atuação para médicos. Nesse sentido, para se tornar um médico PJ, é importante seguir alguns passos. 

Vale citar, que nesse processo o auxílio de uma contabilidade para médicos é imprescindível. O profissional contábil especializado irá trabalhar em prol de reduzir as taxas tributárias do seu estabelecimento médico, através de uma análise das leis vigentes. 

Além disso, uma outra grande vantagem da contabilidade para médicos é ter o conhecimentos técnicos que envolvem a abertura de uma clínica ou consultório médicos para que você atue como PJ. 

Para abrir o seu negócio e reduzir suas taxas o contador irá realizar alguns passos junto com você. Confira a seguir:

Escolha de natureza jurídica 

A natureza jurídica, também conhecida como tipo societário, define as exigências, regras, e os deveres da PJ. Além disso, define como a legislação incidirá sobre o negócio. 

O profissional da contabilidade irá analisar, os seus objetivos, para indicar qual o tipo societário ideal para o seu negócio. 

Se você deseja abrir uma empresa sem sócios, a natureza jurídica Sociedade Limitada Unipessoal, é a que melhor se encaixa nesse tipo de atuação como PJ. Isso porque é necessário somente um sócio, não existe mínimo de capital social. 

Além disso, tem a responsabilidade limitada, que determina que bens pessoais dos empresários não podem ser utilizados para quitar dívidas da empresa.

Para quem deseja empreender com sócio, existem outras formas de atuação, como: 

  • Sociedade Simples Pura;
  • Sociedade Simples Limitada;
  • Sociedade Empresarial Limitada. 

Para saber mais: Tipos de empresas que médicos podem abrir

Escolha do regime tributário

Outra forma que uma contabilidade para médicos pode ajudar a reduzir taxas é a partir da escolha do regime tributário. 

O regime tributário é o que definirá como os impostos serão recolhidos na empresa. Isso é definido a partir de uma análise das suas finanças, sobretudo o faturamento, e de seus objetivos. No Brasil hoje, existem três enquadramentos tributários:

Cada um deles possui uma forma de tributação diferente, por isso, a importância da contabilidade para lhe auxiliar nesse processo. 

Legalização do estabelecimento médico

Após as análises sobre as previsões sobre o faturamento da sua PJ e definindo o regime tributário, é necessário iniciar o processo de regularização. Nesse sentido, novamente, vale frisar o suporte da contabilidade para médicos.

O seu escritório contábil saberá lidar com todos os cadastros necessários, registro na Junta Comercial ou Cartório, inscrições com os órgãos municipais, estaduais, conselhos de classe e alvarás de autorização. 

Por isso, é fundamental ter um contador de qualidade que lhe auxilie em todos esses procedimentos. Dessa maneira, você se garantirá que tudo sairá da melhor forma possível. 

Conte com o suporte de uma contabilidade para médicos!

Se você é um profissional da saúde interessado em se tornar PJ e procura uma contabilidade para médicos de qualidade, conheça o E-Contador Legal!  

Somos contabilidade digital, especializada na prestação de serviços para clínicas e consultórios médicos. Nosso trabalho é voltado para qualidade e a eficácia no cumprimento de prazos, atendimento e sigilo. 

Além disso, oferecemos o suporte técnico de contadores especializados sempre que apresentar alguma dúvida. 

Entre em contato para saber mais! 

Se gostou do nosso artigo, acesse nosso blog para ler mais textos como esse e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais

Leia também: Me formei em medicina, e agora? Entenda os primeiros passos após a formatura. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *