Contabilidade para psicólogo: da abertura da empresa ao dia a dia

Contabilidade para psicólogo: da abertura da empresa ao dia a dia

A atuação profissional de um psicólogo envolve uma série de práticas complexas, voltadas para o atendimento ao público. O estudo e a aplicação dessas práticas exige uma dedicação integral e, por isso, é difícil imaginar esse profissional dispondo de tempo para  lidar com tarefas contábeis

Por isso, é importante contar com especialistas que contribuam para que o psicólogo possa estar liberado para exercer sua função. Assim, se este é o seu caso, neste artigo vamos discutir como um contador pode ajudar você, psicólogo, a se dedicar exclusivamente à sua profissão.

Acompanhe, então, a discussão sobre a contabilidade para psicólogos, da abertura da empresa ao dia a dia do profissional proposta por nossos especialistas. Desejamos a você uma boa leitura!

A contabilidade é importante para o psicólogo?

A gestão contábil de um negócio muitas vezes oferece desafios até mesmo aos empreendedores mais experientes. Isso porque o nosso sistema tributário é complexo e demanda um conhecimento geral sobre a estrutura tributária em vigência no Brasil. 

Assim, a área da psicologia, como muitas outras, tem suas particularidades e torna necessário um conhecimento prático sobre abertura de empresas, tributos, folha de pagamento, atividades mensais obrigatórias, entre muitas outras tarefas do dia a dia de um negócio.

Escolhas fiscais

A psicologia conta com um conselho de classe e, por isso, o profissional da área não pode ser MEI (Microempreendedor Individual). É o caso, portanto, de considerar se vale a pena abrir um CNPJ e, a partir daí, escolher de qual tipo essa empresa será cadastrada

Entre ser um Empresário Individual (EI), uma Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) ou algum tipo de Sociedade Limitada (LTDA), muitas questões aparecem para que seja analisado qual o melhor caso para cada profissional.

Por isso, é fundamental a contribuição de um contador durante o processo de atuação de um psicólogo, da abertura da empresa ao dia a dia do profissional. Com essa ajuda, você pode conseguir melhores adequações tributárias e, assim, economizar tempo e dinheiro no processo.

Leia também: QUALISS – Entenda o que é o Programa de Qualificação dos Prestadores de Serviços de Saúde

Quais impostos um psicólogo paga?

A carga tributária incidente sobre os profissionais da psicologia pode variar de acordo com a renda e do regime tributário escolhido. Abaixo, selecionamos os principais impostos envolvidos na profissão. Acompanhe!

• Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins)

• Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)

• Programa de Integração Social (PIS)

• Contribuição Patronal Previdenciária (CPP)

• Imposto sobre Serviços (ISS)

• Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ)

Apesar de ser possível elaborar uma lista geral, é importante deixar claro que podem haver casos variáveis e, por isso, é muito importante contar com a ajuda de uma contabilidade para analisar se o seu caso exige o pagamento de outros tributos.

Leia também: Contas pessoais e da empresa: você administra corretamente as suas finanças?

Quais as vantagens de uma contabilidade para psicólogos

Para que se possa compreender melhor a importância de um contador para a plena regularização de um profissional da psicologia, elencamos aqui as principais demandas envolvidas na área. A contabilidade para psicólogos, portanto, pode contribuir com os seguintes processos:

• Indicar qual o melhor formato empresarial, com a análise do melhor regime jurídico e tributário;

• Reconhecer métodos legais para pagar menos impostos;

• Garantir a quitação fiscal aos órgãos competentes nos prazos estabelecidos;

• Declarar corretamente o imposto de renda;

• Apoiar a gestão financeira da companhia;

• Esclarecer dúvidas trabalhistas;

• Administrar a folha de pagamento, entre muitas outras demandas.

Por isso, da abertura da empresa ao dia a dia do profissional, a contabilidade voltada para psicólogos é fundamental para um bom desenvolvimento da profissão.

Emitir nota fiscal como psicólogo

Para que o profissional de psicologia autônomo possa emitir notas fiscais é necessário que seja feito um cadastro junto à prefeitura de atuação do psicólogo. A partir disso, é possível utilizar a ferramenta de emissão de Nota Fiscal Avulsa (NFA-e), com o próprio CPF.

Se o profissional atuar como empresa, as emissões podem ser feitas pelas próprias plataformas digitais ou nos sites das prefeituras, conforme estabelece cada município.

Leia também: Gestão financeira de convênios médicos: como a E-contador Legal pode ajudar o seu negócio

Conte com o suporte de uma contabilidade para médicos!

Agora que você já conhece algumas funções envolvidas na contabilidade para psicólogos, da abertura da empresa ao dia a dia do profissional, você pode contar com a ajuda da E-Contador Legal!  

Somos uma contabilidade digital, especializada na prestação de serviços para clínicas e consultórios médicos. 

Nosso trabalho é voltado para oferecer qualidade e eficácia no cumprimento de prazos, em um atendimento de qualidade e no respeito ao sigilo profissional. 

Oferecemos suporte técnico de contadores especializados. Entre em contato aqui para saber mais! 

Se gostou do nosso artigo, acesse nosso blog para ler mais textos como este. Também não se esqueça de seguir a E-Contador Legal nas redes sociais
Leia também: Me formei em medicina, e agora? Entenda os primeiros passos após a formatura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *